FLY Sports

Detecção de talentos

O Caça Talentos é um negócio esportivo inovador e sustentável. É um negócio esportivo porque visa entregar soluções integradas para os diferentes atores das cadeias de valor de desenvolvimento de atletas e de desenvolvimento de mídia e eventos esportivos. É um negócio inovador e sustentável porque propõe uma solução científica e mercadológica para detecção de talentos esportivos, gerando benefícios financeiros e sociais.

Identificar um talento no esporte exige elevado investimento financeiro, dedicação de tempo e metodologia. A Fly Sports promove eventos de identificação de talentos nas mais diversas modalidades esportivas, coletivas e individuais, através do programa esportivo e social “Caça Talentos”. O programa oferece a oportunidade de participação em um processo sistematizado de identificação de talentos à milhares de crianças e jovens.

Resultados alcançados:

Caça Talentos tênis: maior seleção de tênis do país, com mais de 6 mil inscritos entre 6 e 12 anos de idade e contou com o patrocínio do Banco BMG e da Prefeitura de Belo Horizonte. O projeto foi divulgado em programa televisivo semanal no canal SBT e foi destaque de audiência na programação da TV Alterosa em Minas Gerais. Maior festival/peneirada de tênis do país. Os vencedores do projeto ganharam treinamento na equipe do PIC e atualmente apresentam resultados significativos em competições estaduais e nacionais. 5 atletas continuam na equipe de competição infant-juvenil, com destaque nacional. Ana Carla Resende chegou à 2ª colocação do ranking nacional juvenil de 18 anos em 2016, e Mariane Borboleta já alcançou a 9ª colocação do ranking brasileiro e 1ª de Minas.


Caça Talentos do Futebol:
desafio de mobilizar jovens, famílias e comunidades por meio do esporte que é a paixão de milhares de brasileiros. O evento de prospecção realizado na cidade de Belo Horizonte atraiu mais de 16 mil inscritos com idades até 18 anos, de 401 cidades diferentes e foi transmitido no canal SBT pela TV Alterosa para o estado de MG. Destes, foram escolhidos três talentos que seguiram encaminhados aos grandes clubes de Belo Horizonte: América MG, Atlético MG e Cruzeiro. O vencedor Thomas Anthony passou por clubes como América-MG, Atlético-MG, Cruzeiro e Vila Nova, e atualmente está de malas prontas para a liga universitária dos Estados Unidos.

O Caça-Talentos está alinhado com as tendências apontadas nas cadeias de valor de desenvolvimento de atletas e de mídia e eventos esportivos.